Audiência Pública debaterá municipalização do trânsito na Lapa

Demanda não é atual: A Tribuna Regional vem apontando a necessidade há pelo menos três anos. É importante que a população participe do evento e demonstre as reais necessidades dos munícipes.

 

Há pelo menos três anos a Tribuna Regional vem divulgando a necessidade urgente de o Poder Executivo Municipal tomar providências em relação ao trânsito no município. Os motivos sempre foram vários, entre eles: o aumento do número de veículos em circulação na cidade, a falta de vagas de estacionamento e, ainda, a necessidade de real planejamento a cada mudança de sentido de rua ou criação de novas alternativas de tráfego. Sem citar, por óbvio, a necessidade de pensar o trânsito visando maior segurança a pedestres, ciclistas, motoristas e motociclistas; e a urgência em se educar para o trânsito.

Nesse meio tempo, várias promessas e, inclusive, afirmações de que seria difícil a aplicação da municipalização na Lapa – mesmo sabendo que deu certo em Irati e em Araucária, por exemplo.

Mas, eis que finalmente algo acontecerá: na quarta-feira, 30 de março, a Prefeitura da Lapa realizará a 1ª Audiência Pública para debater a municipalização do trânsito na cidade. A reunião acontecerá às 18h30min, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação.

A audiência terá como palestrantes, o Diretor do Departamento de Trânsito de Araucária, Emílio Batista Jr., e o coordenador de Educação para o Trânsito do DETRAN Paraná, Ruan Franco.

Toda a população está convidada a participar e debater junto com o poder público quais serão as implicações da iniciativa para o Poder Executivo, Legislativo e sociedade civil.

 

O QUE SERÁ DISCUTIDO

Entre as questões apresentadas estão: a criação do cargo de Agente de Trânsito e Transporte; delimitação da área de Estacionamento Regulamentado (ESTAR) e criação da Junta Administrativa de Recursos de Infração.

De acordo com o Anteprojeto nº 001/2016, a área de abrangência do estacionamento regulamentado (ESTAR) inclui as vias: Av. Aluisio Leoni, desde a Av. J. K. até a R. Otávio José Kuss; R. Mal. Floriano Peixoto até a  Eufrásio Cortes; R. Francisco Braga, desde a Mal. Floriano Peixoto até a Cel. Dulcídio Pereira; R. Sete de Setembro, desde a Mal. Floriano Peixoto até a XV de Novembro; R. Westphalen, desde a Mal. Floriano até a XV de Novembro; R. Barão dos Campos Gerais, desde a Mal. Floriano até a Alameda David Carneiro; R. Mal. Floriano Peixoto, desde a Av. Aloísio Leoni até a Eufrásio Cortes; R. Otávio José Kuss, desde a Av. Aloísio Leoni até a R. do Trabalhador; R. XV de Novembro, desde a Eufrásio Cortes até a Francisco Braga; R. Cel. Dulcídio, até a Duque de Caxias; R. Duque de Caxias até a Av. Caetano M. da Rocha; R. Hipólito A. de Araújo, desde a Av. Manoel Pedro até a Cel. Dulcídio; R. Fco. Braga, desde a Av. Manoel Pedro até a Cel. Dulcídio.

Já os Anteprojetos de Lei nº 002/2016 e 003/2016 criam a estrutura administrativa  e o Departamento da LAPATRANS e da Junta Administrativa de Recursos de Infração – JARI.

Com o Anteprojeto de Lei nº 004/2016 será criado o cargo de Agente de Trânsito e Transportes.

Você pode saber, detalhadamente, o que consta cada anteprojeto de lei acessando a matéria divulgada pela Prefeitura no site oficial www.lapa.pr.gov.br.