Vereadores realizam segunda Sessão Ordinária de 2017

Na Tribuna Livre, o Vereador Silvio Espinola fez comentários novamente referente a obra inacabada da Escola Ivo Barbosa

Entre as matérias discutidas, ofício encaminhado pelo Poder Executivo para a construção de duas salas de aula na Escola Antônio Borkoski.

A segunda Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Contenda foi realizada na noite de segunda-feira, 13 de fevereiro. Com a presença de todos os vereadores, foram apresentados os seguintes expedientes:

Do Poder Executivo:

– Ofício n°030/17, encaminhando o Projeto de Lei n°005/17 do Poder Executivo, tendo como objetivo a construção de duas salas de aula na Escola Municipal Vereador Antônio Borkoski.

Do Poder Legislativo:

– Requerimento n°005, do Vereador Gilmar Carpejani, solicitando informações específicas sobre a iluminação pública do município

– Indicações n° 004, 005, 006 e 007, da Vereadora Simone Bojano, indicando a possibilidade da implantação de uma rota alternativa para os pacientes atendidos pela Unidade de Saúde de Catanduvas; também, para que seja analisada a possibilidade da disponibilização de atendimento de um Médico Ginecologista na Unidade de Saúde de Catanduvas do Sul; o serviço de reparo e manutenção na Rua Luzia Franco; e, ainda, a análise da possibilidade de mudança das classes escolares Pré 1 e Pré 2 do período matutino para o período vespertino, da Escola Nossa Senhora das Graças, em Catanduvas.

– Indicações n° 008 e 009 e 011, do vereador Antonio Padilha, indicando a abertura da curva localizada na esquina Av. Eleutério de Souza Padilha; e também que seja cumprido o disposto na Lei n°934/04, que trata da limpeza dos terrenos baldios no município; a realização do serviço de manutenção, bem como o patrolamento e ensaibramento das ruas existentes no Loteamento Jardim Itaperubá e também na Rua Juvenal Ferreira Padilha.

– Indicação n° 010, do Vereador Gilmar Carpejani, para que seja viabilizada a pintura de todas as lombadas do município.

– Indicação n° 012, do Vereador Fabio Cavalim, para que seja realizado o serviço de recuperação asfáltica e também a construção de um acostamento iniciando na Avenida das Américas seguindo até a Rua José Mosson, em Serrinha.

TRIBUNA LIVRE

O Vereador Antonio Padilha relatou o início dos trabalhos das comissões permanentes, que ocorreu no dia 13 de fevereiro, no período da tarde, reuniões de extrema importância para análise das proposições que chegam à Casa. Comentou, em especial, o projeto que prevê a disponibilização de um espaço público em Catanduvas para funcionamento de um Cartório de Registro Civil, o qual será de grande valia para os moradores daquela localidade. Deixou registrado o agradecimento especial a Flori Stancyk, que durante anos realizou serviços cartorários naquela localidade. Registrou, ainda, o empenho da diretoria da Sanepar quanto ao pedido dirigido da possibilidade da ampliação da rede de água em Catanduvas e que espera o posicionamento positivo para atendimento deste pedido em favor da comunidade.

O Vereador Silvio Espinola fez comentários novamente referente a obra inacabada da Escola Ivo Barbosa, expondo sua indignação da forma em que foram conduzidos os fatos. Questionou o motivo de não terem sido tomadas as providências devidas pelo atual prefeito, já que declarou na última sessão da Câmara que é o maior interessado em ver a questão solucionada. Disse que o assunto deve ser tratado com muita seriedade, pois trata-se da aplicação de dinheiro público.

O Vereador Gilmar Carpejani comentou que o Vereador Silvio está correto no que se refere ao dever de fiscalizar, em especial as obras da Escola Ivo Barbosa. Que o seu trabalho como vereador, além da fiscalização, consiste na busca de recursos em favor do município e que o seu trabalho, realizado durante as legislaturas anteriores, terá continuidade.

O Vereador Ary também parabenizou o Vereador Silvio pela iniciativa e empenho neste início de mandato, no que se refere a função fiscalizar. Sugestionou a realização de uma audiência pública para discussão junto com a comunidade interessada, do assunto trazido sobre as obras da escola Ivo Barbosa. Parabenizou a presidência da Câmara por manter a ordem na sessão e de forma breve falou o passo a posso de uma sessão ordinária, para facilitar o entendimento. Sugestionou também a apresentação de emendas ao Regimento Interno nos assuntos que não estão a contento, e que o diálogo nas diferentes situações é o melhor caminho.

O Vereador João Gilmar solicitou o envio de expediente a Copel, visto que o Distrito de Catanduvas do Sul está recebendo melhorias na rede. Lá será instalada uma subestação, então a Câmara deve indicar a possibilidade de ser instalado nesta subestação o necessário para a distribuição de internet com sistema de fibra ótica para a localidade, trazendo benefício às escolas, a subprefeitura e várias residências do local.

Ao final, o Presidente agradeceu a disponibilidade e presença dos vereadores que participaram da reunião administrativa realizada na data, colaborando com as soluções da área administrativa da Câmara.

A próxima sessão ordinária acontecerá no dia 20 de fevereiro, em horário regimental.