Kadu Lambach, primeiro guitarrista da Legião Urbana, faz show na Lapa

Quando produzia o primeiro álbum, Lambach convidou Renato Russo para gravar uma música. Mas, no ano seguinte ele faleceu.

Músico também contará causos da formação da banda. Atualmente dedicado ao jazz, o curitibano fez parte da Legião entre 1982 e 1983.

O músico curitibano Kadu Lambach, primeiro guitarrista da Legião Urbana, homenageará Legião Urbana com show no Theatro São João no sábado, 8 de julho, às 20h.

Lambach integrou a formação original na época em que ainda era conhecido como Eduardo Paraná, apelido que o próprio Renato lhe deu. Participou dos primeiros quatro shows da banda, formada logo após o fim do Aborto Elétrico, primeira incursão musical do líder da Legião, quando ele ainda assinava Renato Manfredini Junior. O foco do repertório, que terá apresentação de aproximadamente 1h30min, será os sucessos da Legião. Kadu fará o show acompanhado dos músicos de sua banda, Hemerson Vieira (Baixo) e Murilo Lunardon (Bateria).

A apresentação na cidade está sob responsabilidade de ER Produções (Elder Regian – músico da Dylan Dog e da Maria Fumaça), contando com patrocínio de Viva Bem Petiscaria, Porão Colonial e Ágile Imóveis.

Kadu conta que tem expectativa muito grande de tocar para o público lapeano. Ele já conheceu os lapeanos em 2013, quando se apresentou em show pelo aniversário da cidade. Mas, naquela oportunidade, tocou ao ar livre. Dessa vez será diferente, pois tocar em um teatro, explica, “é como se estivéssemos na sala de casa, há maior proximidade com o público”.

EDUARDO PARANÁ

Lambach fez parte da formação original da Legião Urbana entre 1982 e 1983, um período de muitos ensaios e poucas apresentações. Mas a primeira delas, em Patos de Minas, já foi emblemática. “Saímos do palco algemados”, lembra. Não passaram a noite no xadrez, mas foram convidados a deixar a cidade mineira o quanto antes. “Causos” parecidos serão contados pelo músico durante a apresentação. Lambach deixou a banda para estudar música e acabou enveredando para o jazz. Mas se manteve em contato com Renato, principalmente como conselheiro musical. Tocou com Belchior, Tunai e Baby do Brasil, entre outros músicos. Em 1995, quando produzia o primeiro álbum, Lambach convidou o vocalista da Legião para gravar uma música. “Nos falamos pelo telefone e ele aceitou, mas disse que tinha que ser logo. Eu não entendi por quê, nem sabia que ele tinha o vírus HIV. No ano seguinte, ele faleceu”.

SERVIÇO

O que: Tributo a Legião Urbana – com Kadu Lambach

Quando: sábado, 8 de julho, às 20h

Quanto: R$ 30 (para pagar meia entrada será necessário apresentar documento) – à venda na bilheteria do Theatro e na loja Acústica Musical

Onde: Theatro São João

Informações e reservas: telefone 9.9984.7556