Centro de Memória Ferroviária é inaugurado

Familiares de ex-ferroviários contribuíram doando objetos e documentos ao acervo.

Cerimônia foi marcada por momentos de emoção para familiares de ex-ferroviários, que contribuíram doando peças para o acervo.

Na tarde de sexta-feira, 22 de setembro, uma cerimônia marcou a inauguração da revitalização da Estação Nova, a Estação Ferroviária da Lapa, que existe há 65 anos. A ação de restauro do prédio aconteceu devido a uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Exército Brasileiro.

Com a inauguração, no local irá funcionar o Centro de Memória Ferroviária (CMF) Sebastião Pires Furiatti (uma homenagem ao ferroviário, pai do atual prefeito do Município). Ali ficarão fotografias, objetos, instrumentos, utensílios e equipamentos de época, doados por famílias de ex-ferroviários.

O funcionamento do local terá o apoio do IPHANPR, do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná (IHGPR), e ABPF-PR – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária Regional do Paraná.

O restauro, iniciado em 2016, precisou de adaptações ao projeto original para proporcionar maior utilidade ao espaço. A inauguração contou com a presença do Prefeito da Lapa, Paulo Furiati; do vice-prefeito, Joacir Gonsalves; de Secretários e Diretores Municipais; do General de Brigada, Rodrigo Pereira Bergara; do Tenente Coronel Alexandre Gueiros Teixeira, Comandante do 15º GAC AP; Major Hélio Hornung, Comandante da 1º CIPM; Padre Márcio Adriano Kreffer, vigário da Paróquia Santo Antônio; dos vereadores Dirceu Rodrigues, Vilmar Fávaro, Sargento Otávio e Acyr do Sindicato; além de familiares de ex-ferroviários.

No evento, além de conhecer o acervo e as instalações restauradas, todos puderam prestigiar a apresentação da Banda do Exército, a apresentação do músico Luís Nogueira, da Casa de Música João Francisco Mariano, e o momento de oração e a benção realizada pelo Padre Marcio Adriano Kreffer.

Segundo Marcio Assad, Diretor Municipal de Turismo esta é a conclusão da primeira etapa da volta do turismo férreo. “É algo ambicioso, que depende de diversas entidades, mas com o apoio incondicional que recebemos e a adesão que encontramos é possível, em breve, revivermos os bons tempos dos encantadores passeios de trem”, destacou.

A inauguração é parte integrante da 1ª Semana Paranaense da Memória Ferroviária, promoção do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná (IHGPR), Biblioteca Pública do Paraná e do Centro de Memória Ferroviária, que aconteceu na Biblioteca Público do Paraná, em Curitiba, entre os dias 18 a 22 de setembro.

Após a inauguração do CMF, o Diretor de Turismo, Márcio Assad recebeu a proposta de criação da Associação dos Amigos da Estação Ferroviária da Lapa, elaborada pelas irmãs Sodré. “São boas novas chegando a todo o momento, pois, com o termo de cooperação, com o SINDIFER-PR e o trabalho da futura, mas já presente, associação, viabiliza-se a Casa dos Ferroviários”, comemora Assad.

A inauguração do espaço é para ser comemorada não somente por aqueles que valorizam a memória ferroviária ou a história do município. Com o restauro e novo uso para o espaço, toda a região será beneficiada, pois ações de vandalismo nos arredores terão menor chance de ocorrer.

Estação nova, agora centro de Memória Ferroviária, deixa de lado o abandono e de ser lugar para vândalos.