Programa ID Jovem é lançado na Lapa

Auditório lotado - o ID Jovem tem como objetivo criar condições para o efetivo acesso aos direitos pelos jovens de baixa renda.

A Identidade Jovem é o documento que dá acesso a dois benefícios: a meia entrada em eventos artísticos-culturais e esportivos, e a reserva de duas vagas gratuitas e de duas vagas com desconto no transporte coletivo interestadual. Saiba mais sobre o programa e como se cadastrar.

Na tarde de terça-feira, 3 de outubro, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, aconteceu o lançamento do Programa ID Jovem na Lapa. Um público de aproximadamente 300 estudantes do ensino médio prestigiou o momento, além de  professores e diretores dos Colégios Estaduais General Carneiro, São José, Irma Bianchini, Agrícola e APAE. Este último abrilhantou o evento com apresentações de dança e hip hop com alunos da instituição.

Ainda, presentes no evento, o Assessor do Assessor Especial para Assuntos de Políticas Públicas para a Juventude do Governo do Estado do Paraná, Edson Luiz Lau Filho; o Prefeito da Lapa, Paulo Furiati; o Vereador Acyr do Sindicato; a representante do Núcleo Regional de Ensino e Documentação Escolar, Regiane Pinto dos Santos; e a Coordenadora Geral das Políticas de Assistência Social, Ana Karina Azambuja.

Criada pelo Decreto nº 8.537/2015, a Identidade Jovem, ou ID Jovem, é o documento emitido pelo Governo Federal que comprova a condição de baixa renda para acesso a dois benefícios, estabelecidos pelo Estatuto da Juventude: a meia entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos, e a reserva de duas vagas gratuitas e de duas vagas com desconto nos veículos do sistema de transporte coletivo interestadual. Dados apontam que na Lapa existem 2.636 jovens aptos a participar do Programa.

ID JOVEM

O ID Jovem garante, para os jovens de 15 a 29 anos de baixa renda (até dois salários mínimos por mês), acesso a benefícios relacionados ao Direito à Cultura e o Direito ao Território e à Mobilidade, do Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852/2013):

– direito à meia-entrada, que é o pagamento de metade do preço do ingresso cobrado para a venda ao público em geral, em eventos artístico-culturais e esportivos, como salas de cinema, teatros, espetáculos musicais e circenses, eventos educativos, de esporte, de lazer e entretenimento em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares;

– reserva de duas vagas gratuitas nos veículos do sistema de  transporte coletivo interestadual  e duas vagas com desconto de 50%, no mínimo, no valor das passagens, a serem utilizadas depois de esgotadas as vagas gratuitas.

O jovem também tem de estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e suas informações devem estar atualizadas há pelo menos 24 meses.

CADASTRO

A adesão ao Programa pode ser feita por meio de um aplicativo de celular (ID Jovem), pelo site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) ou pelo site do ID Jovem.

Pelo aplicativo basta fazer o download do APP, que em breve estará disponível gratuitamente nas principais lojas virtuais de aplicativos para smartphones. Ele será compatível com os sistemas operacionais mais comuns do mercado, como Apple IOS, Android e Windows Phone.

Feito o download, o próximo passo é inserir os dados referentes ao jovem beneficiário, de acordo com o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Em seguida, deve-se solicitar a geração do cartão virtual ID Jovem, que armazenará uma imagem com dados pessoais e um QR Code individual (tipo de código de barras, em imagem 2D, que fica gravado no cartão). Até esse momento, é necessário estar conectado à internet.

Com o cartão ID Jovem gerado, ele ficará disponível para utilização pelo próprio aplicativo, mesmo em modo off-line, por 30 dias. Expirada sua validade, será preciso emitir novo cartão ID Jovem, quando serão novamente verificados os requisitos exigidos para ser beneficiário do Programa.