Atenção! Censo Agro está sendo feito em Contenda!

Equipe pronta para auxiliar o produtor rural - Secretário de Agricultura de Contenda, Jorge, junto das Supervisoras do IBGE Luciana Abilhôa e Maura M. Frazeto, e recenseadoras Anelise e Juliana.

Participação do produtor é fundamental para o levantamento das informações. No último Censo, realizado em 2007, Contenda teve 963 propriedades rurais recenseadas. A maioria delas caracterizadas como de agricultura familiar.

Todos os estabelecimentos agropecuários do país serão visitados por 18,8 mil recenseadores até fevereiro de 2018. Em Contenda, a ação está sendo realizada por três recenseadores, em todas as comunidades rurais do município: Anelise Cristiane Pereira, Juliana Aparecida da Silva e Paulo Roberto Pires.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ressalta a necessidade de o produtor participar do Censo Agropecuário 2017 e responder corretamente as perguntas dos pesquisadores nas visitas aos estabelecimentos rurais. Segundo o IBGE, é fundamental a participação do produtor porque os dados fornecidos serão utilizados em futuras políticas públicas para a agropecuária. A última coleta de dados referente ao setor aconteceu em 2007.

O Censo Agropecuário acontecerá até 28 de fevereiro de 2018 e os resultados preliminares serão divulgados entre março e abril de 2018. É importante ressaltar que a veracidade das informações fornecidas será fundamental para um diagnóstico correto da situação da agropecuária.

BALANÇO

No Brasil, mais de um milhão de estabelecimentos agropecuários já foram recenseados, o que representa 19,74% do total estimado (5,2 milhões). No Paraná, mais de 76 mil propriedades rurais já passaram pelo recenseamento, cerca de 20,48% do total estimado (373.044).

No último Censo Agropecuário, realizado em 2007, o município de Contenda teve 963 propriedades rurais recenseadas. A maioria delas, 817 (84,84%), caracterizadas como de agricultura familiar.

INFORMAÇÕES

As informações prestadas pelo produtor são sigilosas, então não é preciso se preocupar pois os dados não serão repassados, por exemplo, para a Receita Federal. No questionário elaborado pelo IBGE estão perguntas como o tipo de produção, as condições de plantio, infraestrutura e mão-de-obra empregada na propriedade, e tamanho da propriedade. O questionário a ser respondido é bastante longo, demandando aproximadamente 40 minutos para ser totalmente feito. O recenseador irá realizar perguntas referentes a o que o produtor está plantando e o quanto está plantando, despesas, rendimentos. Ou seja, tudo o que envolveu o produtor e a propriedade, no ano anterior, na questão econômica e agrária, as condições do trabalhador, do plantio e da colheita.

IDENTIFICANDO

Os recenseadores visitam as propriedades sempre devidamente identificados com colete, boné, crachá e o Dispositivo Móvel de Coleta (DMC) – um smartphone que armazena as informações colhidas no campo e transmite para a rede de computadores do IBGE.

O crachá possui a foto e os dados do recenseador, bem como um número de telefone (0800-721-8181) e um Qrcode para a confirmação das informações junto ao IBGE.

A identificação do recenseador pode ainda ser feita no site do Censo Agro 2017. Basta acessar e inserir o número da matrícula constante no crachá do entrevistador. (https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/coleta-censo-agro-2017/identificacao-do-recenseador-censo-agro-2017.html)

DÚVIDAS E INFORMAÇÕES

Em caso de dúvidas sobre o Censo Agropecuário, os produtores rurais de Contenda podem entrar em contato com a agência do IBGE em Campo Largo, localizada na Rua Desembargador Clotário Portugal, nº 899, Sala 17 – Centro. Também é possível entrar em contato pelos telefones (41) 3222-4622 e (41) 3393-3931.

Em Contenda, é possível sanar dúvidas junto à Prefeitura, com o Secretário Municipal de Agricultura de Contenda, Jorge, e a Secretária do Gabinete, Patrícia.

ESTRATÉGIA

O Censo Agropecuário é a principal ferramenta que baliza e define as estratégias para a adoção de programas essenciais ao crescimento do setor, fortalecendo a agricultura e a pecuária do país. A coleta dos dados será digital e, caso algum produtor não receba a visita do pesquisador, poderá procurar a agência do IBGE e solicitar a presença de um recenseador no estabelecimento.