Ciclistas que percorrem o Ciclo da Escarpa Devoniana passam pela Lapa

Ao todo, eles irão pedalar 550 quilômetros em oito dias de viagem. Objetivo é chamar a atenção sobre o Projeto de Lei que pretende diminuir em 70% a área de proteção ambiental.

Entre os dias 11 e 19 de dezembro os ciclistas Bento Aleixo e Marcelo Vieira realizarão o Ciclo Pró Escarpa Devoniana, saindo de Curitiba com destino a Lapa, Palmeira, Ponta Grossa, Castro, Tibagi, Piraí do Sul, Sengés, Dr. Ulisses e, por fim, retornando a Curitiba. A ideia dos ciclistas é percorrer os 12 munícipios abrangidos pela Área de Proteção Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana.

A viagem tem este tema devido ao Projeto de Lei 527/2016, que está para ser votado na Assembleia Legislativa do Paraná, que pretende diminuir em 70% a área da Escarpa Devoniana, uma região que praticamente atravessa o Estado do Paraná e que possui fauna, flora e formações rochosas únicas.

A ideia também é de refazer alguns trechos percorridos pelos tropeiros que, no século 18, criaram as vilas, que mais tarde viraram as cidades que hoje integram a APA.

A VIAGEM

Na segunda-feira, 11 de dezembro, às 7h30, os ciclistas saíram do Parque São José, em São José dos Pinhais, com destino a cidade da Lapa, que foi a primeira cidade escolhida para o Ciclo Devoniano. Por volta das 16h do mesmo dia os ciclo-tropeiros chegaram à cidade histórica. Foram quase seis horas de pedaladas e mais de 82 quilômetros percorridos. A dupla ficou surpresa com o resultado positivo, já no início do trajeto: contatos valiosos no caminho – com a comunidade e estudiosos do tropeirismo, além de receber o apoio de pessoas que passavam de carro.

Segundo eles, a viagem de bicicleta até a Lapa foi um sucesso. Ao chegarem se dirigiram até o Parque Estadual do Monge, que faz parte do Ciclo Devoniano. Os dois criaram uma Fan Page para conseguir angariar apoio financeiro de algumas empresas para ajudar a custear parte das despesas. “Grandes projetos demandam grandes parcerias. E a defesa da biodiversidade dos Campos Gerais é assunto que merece muita atenção”, comentou a dupla, que seguiu viagem na terça-feira para a cidade de Balsa Nova, partindo, depois, para os demais 12 municípios do Ciclo Devoniano.

Os Ciclistas percorreram cerca de 550 km de bicicletas, passando por cidades do Ciclo da Escarpa Devoniana.