Natal Bonito encanta comunidade

Ação de voluntários faz data natalina ser mais alegre na localidade lapeana.

Há oito anos, no dia 24 de dezembro, véspera de natal, já é tradição na comunidade do Bonito, na Lapa, a chegada do Papai Noel. A visita à comunidade levando brinquedos e alimentos para os moradores começou pequena, mas hoje, oito anos depois, se transformou em um ato de solidariedade grandioso.

Tudo isso partiu de uma iniciativa familiar, ao perceber a necessidade de moradores da comunidade. Foi assim que as sete filhas do casal Santinor Cordeiro da Cruz e Amélia Colaço da Cruz decidiram realizar uma arrecadação para fazer mais feliz o Natal de famílias na localidade do Bonito.

Eles iniciaram a arrecadação de brinquedos, roupas e panetones, contando com a colaboração de familiares e empresas onde trabalham. Lá atrás, em 2009, 30 famílias recebiam a visita do Papai Noel, e nesse último natal foram atendidas 89 famílias.

Os familiares do casal Santinor e Amélia contam que a separação das doações é feita de acordo com a necessidade de cada casa. E que, mesmo que naquele endereço haja mais pessoas – visitantes, por exemplo, ninguém fica de fora, todos recebem um presente.

É um trabalho feito com muito amor, para o qual todos os familiares se unem para levar alegria a sua comunidade. Os voluntários relatam que o trabalho é de formiguinha: arrecadam os brinquedos, roupas e os alimentos durante o ano inteiro, e dois meses antes começam os trabalhos, como a organização, separação dos presentes, logística e tudo mais. “É trabalhoso, mas é feito com muito amor e carinho. Esse ano conseguimos aumentar o número de famílias atendidas”, relatam os voluntários.

A visita desse ano contou com a colaboração de 23 pessoas e foram atendidas cerca de 300 pessoas da comunidade. A carreata teve início às 8h e terminou às 15h. No final os voluntários se reuniram para agradecer a ação e já estão pensando na programação para o próximo Natal.

O casal Santinor e Amélia morou por muitos anos em Curitiba. Seu Santinor trabalhou na Empresa Lapeana, na capital, e voltou à localidade de Bonito após se aposentar. Assim, pertinho dos conterrâneos, as filhas, genros, netos e amigos do casal decidiram fazer algo pela comunidade.

Hoje, após tantos anos da iniciativa, os envolvidos agradecem a todos os que colaboram e colaboraram com o Natal. A ação só é possível graças a colaboração de muitas pessoas, que se solidarizam e dão as mãos buscando fazer a data mais feliz para os outros.

A carreata do Papai Noel iniciou com a família do Seu Edilson e da Dona Tati, local onde foi feita toda a logística.
Momento de oração entre os voluntários, no encerramento.
Seu Pedro e Dona Mena – casal que recebeu a comitiva no final da carreata.
Moradores recebendo o Papai Noel.