Caputo Neto libera recursos para Centro de Imagens

Em evento realizado na noite de quinta-feira, na Lapa, Secretário de Estado da Saúde assinou liberação para aquisição de tomógrafo, mamógrafo, raio x digital e um ecógrafo. Segundo Secretário Municipal de Saúde, Ruy Wiedmer, previsão é de que o local passe a funcionar a partir do final de 2018.

Na noite de quinta-feira, 5 de abril, o Secretário de Estado da Saúde Michele Caputo Neto esteve na Lapa, em evento realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação, para assinatura da liberação dos recursos para a aquisição dos equipamentos para o Centro de Imagens do Município.

Entre os equipamentos que farão parte do local estarão um tomógrafo, um mamógrafo, um raio x digital e um ecógrafo. Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Ruy Wiedmer, a previsão é de que o Centro de Imagens passe a funcionar a partir do final de 2018.

A BUSCA PELO CENTRO

Em meados do segundo semestre de 2017, o Município conquistou a verba de mais de R$ 2 milhões para oferecer na Lapa exames de tomografia, mamografia, ecografia e raio-x.

A divulgação da notícia acabou por gerar um empasse entre a Prefeitura e o Conselho Municipal de Saúde. De um lado o Poder Executivo afirmava que a Secretaria Municipal de Saúde havia apresentado para conhecimento e análise do Conselho Municipal de Saúde (CMS) proposta para a implantação do centro de imagens. Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Ruy Wiedmer, o município teria garantido do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), investimento de quase R$ 3 milhões para construção, aquisição de equipamentos e construção do centro de imagens. Ainda de acordo com a Prefeitura, o CMS teria tentado protelar a discussão e votação do assunto, o que poderia ocasionar a perda da verba para o Centro de Imagens.

O Conselho Municipal de Saúde, por sua vez, alegava que os membros do CMS não eram contrários a equipamentos de saúde instalados no município, mas tratando-se de investimento de alto custo e considerando a atual crise vivida no Brasil, haveria necessidade de segurança para deliberar. O CMS afirmava já ter solicitado à Secretaria de Saúde um plano de instalação do Centro e estava aguardando a resposta para deliberar sobre o assunto.

DA NECESSIDADE

Segundo o Secretário de Saúde, o município tem condições de manter toda a estrutura necessária para o Centro de Imagens funcionar, com os equipamentos e profissionais necessários. Ele afirmou que, atualmente, muitas pessoas, para serem atendidas pelo SUS e realizarem estes exames, precisam ir até Curitiba ou a outras cidades, enfrentando fila de espera para agendamento. O município, com isso, também tem custos, segundo o Secretário, sem contar o desgaste do paciente, que precisa enfrentar a estrada para ser atendido.

O Secretário ressaltou que o município tem demanda de pacientes necessitados de atendimento e que o Governo do Estado irá custear toda a construção do Centro de Imagens. Segundo dados divulgados pelo Prefeito Furiati, em 2016 a Lapa realizou 1.920 tomografias (média de 160 por mês e 8 por dias úteis), 8.640 ecografias (média de 720 por mês e 36 por dias úteis), 2.160 mamografias (média de 180 por mês e 9 por dias úteis), e 16.800 radiografias (média de 1400 por mês e 70 por dias úteis).

Caputo Neto, em cerimônia realizada no auditório da Secretaria de Educação, assinou a liberação dos recursos para a Lapa.