Cine Teatro Imperial passa por restauro

Local será readequado para se tornar um espaço multiuso.

Tiveram início as obras de reforma e restauração do Cine Teatro Imperial. No total serão investidos R$ 397 mil, sendo R$ 323 mil oriundos do Ministério da Cultura por meio de Emenda Individual do Deputado Federal João Arruda (MDB-PR), e outros R$ 74 mil de contrapartida municipal.
Segundo Eduardo Perelles, Engenheiro da Prefeitura da Lapa e responsável pela fiscalização, as obras do cinema consistem na substituição do madeiramento da cobertura por estrutura metálica, de maior durabilidade, troca de calhas e condutores, além de adequação do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas – SPDA.
Na área interna do imóvel serão trocados os revestimentos do piso e da parede nordeste da plateia, substituídos o assoalho do palco e do hall de entrada (foyer) e modernização do sistema de prevenção de incêndio. Estão incluídas também a pintura externa total do Cine Teatro.
O Prefeito Paulo Furiati comentou que esteve recentemente participando de uma mesa de debates no Colégio Estadual São José e metade dos questionamentos dos alunos secundaristas era em relação ao retorno do cinema. “Isso demonstra a importância deste espaço de lazer e entretenimento, que será um espaço multiuso, com possibilidades de uso como cinema, apresentações teatrais, formaturas, eventos, entre outros”, comentou.

CINE TEATRO
Ir ao cinema é considerado um dos programas mais corriqueiros dentre as possibilidades de lazer. No caso especifico do Cine Imperial, por ser patrimônio público, pode conter ações de democratização para que, com ingresso acessível, possa dar oportunidade a todas as classes sociais de assistir a filmes e espetáculos.
Consolidada como a sétima arte, a “telona” encanta multidões de todas as idades. O cinema pode ajudar a compreender quem somos e como somos representados, contribuindo na construção de identidade social.

Na área interna do imóvel serão trocados os revestimentos do piso e da parede nordeste da plateia, substituídos o assoalho do palco e do hall de entrada (foyer).
Obras consistem na substituição do madeiramento da cobertura por estrutura metálica, de maior durabilidade, troca de calhas e condutores.