Vamos comer bem e de forma saudável?

Um belo prato de comida, com todos os nutrientes, pode ser “de encher os olhos”. E, de quebra, auxiliar na prevenção de doenças, entre outras motivações. Conheça um pouco mais sobre a importância do nutricionista.

Quer emagrecer? Está com algum problema de saúde? Procura por uma vida mais saudável? Estes são somente algumas das motivações possíveis para que se procure um nutricionista. Na sexta-feira, 31 de agosto, celebra-se o dia deste profissional responsável por planejar programas de alimentação para as pessoas, além de preparar dietas específicas para ajudar a melhorar a qualidade de vida e saúde dos seus pacientes.
O nutricionista pode atuar em diversos segmentos, como hospitais, escolas, ginásios de esportes, clínicas particulares… Assim como a área, o público também pode ser bastante diversificado, pois para cada situação o nutricionista pode exercer o seu papel, desde a gestação, a amamentação, na infância, adolescência, fase adulta e na terceira idade.
Para falar um pouco mais sobre o trabalho do nutricionista em todas as fases, A Tribuna Regional conversou com Erica Piovezan, que há 11 anos atua na área e declara ser apaixonada pelo que faz.
Ela destacou ser muito gratificante auxiliar as pessoas em todas as fases da vida, melhorar seus hábitos, reeducar a alimentação para melhorar o organismo deixando-o saudável e bem nutrido. “A função do nutricionista vai muito além da ajuda para perder peso. Pois são inúmeros os benefícios que você pode ter ao procurar um profissional, desde prevenir doenças, otimizar o desempenho nos estudos, trabalho ou em atividades físicas, e até mesmo melhorar de forma visível seus cabelos, pele, humor”, explica.
Erica destaca que com cardápios variados, saudáveis e gostosos, tudo pode ser melhorado, sob um acompanhamento individualizado. “Não há dúvidas de que comer alimentos certos, nas horas certas, aumenta de forma significativa a qualidade de vida, assim como a saúde em geral e o bem-estar futuro”, conta. Por isso, é fundamental que o indivíduo tenha uma boa alimentação desde a infância. “É muito importante evitar que as crianças criem hábitos alimentares que possam trazer riscos à sua saúde, como por exemplo o consumo regular de alimentos ricos em açúcares e gorduras. Da infância até a fase adulta devemos ficar atentos ao consumo de alimentos com alta densidade calórica e baixo valor nutritivo, como alimentos industrializados, doces, frituras, refrigerantes, etc.”, ensina Erica, explicando que desta forma muitas doenças podem ser prevenidas.
Inúmeras pessoas ainda, seja pela cultura ou por falta de interesse, não costumam analisar o valor nutricional ou calórico dos diversos produtos disponíveis nas gôndolas dos supermercados e essa conscientização é importantíssima para evitar problemas de saúde. “O mais adequado e fundamental para a manutenção da saúde e do peso corporal é, sem dúvida, uma alimentação balanceada, com isso se evita o surgimento de doenças como diabetes, hipertensão, além de carências nutricionais. Sobretudo, da mesma forma que os alimentos errados podem prejudicar sua saúde, os corretos podem proteger e blindar seu organismo. Infelizmente, mesmo as pessoas que mais se preocupam com a saúde podem ficar confusas pelas constantes atualizações e mudanças de informações geradas sobre alimentação e saúde. Ouço muitas perguntas do tipo: ‘carne de gado faz mal?’, ‘Devo usar manteiga ou margarina?’, ‘E ovos?’. As respostas variam de pessoa para pessoa, tendo em vista que cada um tem uma constituição genética única”, explica.
A nutricionista também alerta que isso vale também para as dietas da moda, onde cada vez mais as pessoas buscam o estereótipo “corpo perfeito” e, influenciadas pela mídia, tendem a se submeter às “dietas milagrosas”, que de uma maneira geral até apresentam resultados imediatos, devido ao baixo consumo de calorias, mas são perigosas porque limitam a ingestão de nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do organismo.
Nem todas as escolhas disseminadas na mídia contribuem e garantem de fato viver com saúde. Quando se trata da alimentação, a atenção deve ser constante, pois é pela boca que vamos ingerir o que nutre e desnutre, conforme nossas escolhas, e a orientação de um profissional é fundamental para encontrar o equilíbrio que venha a suprir as necessidades do corpo e uma vida melhor.
Agora que você sabe todos os benefícios que um nutricionista pode trazer para sua vida, escolha um profissional qualificado e agende logo sua consulta!

Para Erica Piovezan, a função do nutricionista vai muito além da ajuda para perder peso.