Hospital São Sebastião recebe Certificado de Qualidade

No HRLSS todos os atendimentos são feitos pelo SUS e agendados pelo sistema de saúde do estado.

O título de melhor Hospital na Qualidade e Segurança de seus Pacientes foi concedido através da implantação de um programa desenvolvido pelo Governo do Estado. O projeto foi executado por 17 hospitais do Paraná e o  HRSS ficou em  primeiro lugar.

Referência no tratamento da tuberculose em todo o sul do Brasil, caminhando para seus 91 anos de inauguração, o Hospital Regional da Lapa São Sebastião (HRLSS) recebeu em meados do mês de agosto, no 7º Seminário de Qualidade Intra-hospitalar, realizado em Curitiba, a certificação que eleva sua qualidade e o faz ser exemplo para outros hospitais do Paraná.

O programa foi instituído em 2012. A comissão intra-hospitalar da Qualidade agregou 17 unidades próprias da Secretaria de Saúde do Estado do Paraná (SESA), e neste período todos os hospitais receberam um cronograma que cumprir  para garantir  que o sistema de qualidade fosse implantado.

Breno Antônio de Siqueira, chefe da Sessão de Conservação Patrimonial e Sessão de Suprimentos e Informação, Coordenador da Comissão da Qualidade e Segurança do Paciente do HRSS, falou a implantação do programa e a certificação. “Hoje o hospital tem um procedimento operacional padrão, assim  quando um funcionário vai entrar em outro setor já saberá como trabalhar tendo os procedimentos documentados”, explica.

Segundo Breno, a certificação se deu não apenas pelo cumprimento do cronograma ou da auditoria, mas também pela avaliação de outros itens como a rotina estabelecida dentro do hospital, entrega da Sig e informações gerenciais. Assim, o HRLSS recebeu a melhor pontuação, ficando á frente inclusive de grandes hospitais do estado, como o Hospital do Trabalhador e outros que participaram do mesmo processo. “Ficamos muito felizes em conseguir estabelecer dentro do hospital a cultura da qualidade. Não é fácil, estamos ainda em construção e, na verdade, isso é o começo desta cultura e espera-se independente de gestões e coordenações que esse Comitê continue se perpetuando, tendo em vista a saúde do paciente”, afirmou Breno

Hoje a Comissão interna da Qualidade é formada por nove funcionários dos diversos setores do hospital. Para vencerem os prazos e alcançarem este resultado, foi fundamental o apoio de todos, da Direção Geral, Administrativa e Técnica, da equipe de enfermagem e demais envolvidos.

O Diretor Técnico do HRLSS, Dr. Ary Ferreira Junior, exemplifica algumas das situações monitoradas, verificadas e comprovadas que garantem o internamento seguro do paciente seguro. “Desde a entrada na portaria, no atendimento, todas as áreas que o paciente tem contato, laboratório, ao entrar no hospital a roupa que vai usar, a alimentação, tudo tem que ter qualidade. Aqui é tudo verificado, o paciente não entra nem na sala cirúrgica se não tiver tudo checado”, relata. A checagem é realizada por toda a estrutura administrativa, de enfermagem, médica, de anestesia, para garantir que o paciente tenha um atendimento seguro. Outro exemplo citado Diretor Técnico é sobre a medicação: “Com o programa de qualidade ela é checada duas vezes. Um funcionário prepara a medicação e outro verifica se está bem diluída e bem preparada. Os dois assinam e a terceira assinatura é da enfermeira supervisora. Então o paciente sabe que está recebendo uma medicação com qualidade, bem preparada e revista por três pessoas”.

EQUIPE E ATENDIMENTO

Miguel Arnoldo Wille assumiu a Direção Geral do São Sebastião em agosto de 2017. Segundo ele, um dos principais objetivos, além de manter e melhorar todos os atendimentos já prestados, é aumentar o atendimento para a população lapeana. A partir disso, afirmou, outros municípios também poderão ser atendidos no HRLSS.

A equipe de enfermagem do Hospital conta hoje com 112 profissionais atuando em todas as estruturas, além da atuação de cinco médicos clínicos plantonistas e sete cirurgiões e anestesistas. Segundo o Diretor Técnico, Dr. Ary, a escala médica está no limite e há a necessidade de mais profissionais. “Uma solução neste momento, por conta do período eleitoral, é uma parceria com o município da Lapa, que já sinalizou positivamente para colaborar e firmar um convênio para a contratação destes profissionais”, relatou.

A expectativa é refazer a equipe médica através da parceria com o munícipio e com mais profissionais contratados pelo do Governo do Estado, e assim  montar uma equipe mais compacta. “Mudanças importantes foram feitas na equipe do HRLSS e isso vem de encontro com as melhorias que buscamos”, explica Miguel Wille, Diretor Geral da instituição.

Hoje o São Sebastião possui 25 pessoas internadas na ala de tisiologia, oito na clínica médica e 10 na cirúrgica. Doutor Ary ressaltou que a capacidade do hospital é maior e a chegada de novos médicos irá contribuir para o aumento no número de atendimentos.

Segundo Miguel Wille, as cirurgias eletivas, de pequena e média complexidade, somam em média 20 procedimentos por semana. O Hospital também conta com atendimentos ambulatoriais, de urologia, ginecologia, clínica e cirurgia geral, também ultrassonografias ginecológicas e voltadas para gestantes.

Todos os atendimentos são feitos pelo SUS e agendados pelo sistema de saúde do estado. “O HRLSS recebe pacientes encaminhados pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Lapa, pelas Unidades Básicas de Saúde e pela Central de Leitos do Estado. Em relação à tuberculose somos referência para o Paraná todo e recebemos pacientes através do Sistema da Central de Leitos”, conta Dr. Ary. A expectativa é dobrar o número de internamentos na área da tuberculose, além dos outros atendimentos que seguem com a qualidade certificada.

NOVOS PROJETOS

Novos projetos estão sendo pensados para ampliar e melhorar as acomodações em alguns ambientes do São Sebastião. Em anos anteriores, foram reformadas as alas de tisiologia, o centro cirúrgico e clínica médica. As próximas reformas estão previstas para o ambulatório, para a ampliação da tisiologia, reforma do laboratório e a parte elétrica.

NOVAS TECNOLOGIAS

O São Sebastião logo estará habilitado a realizar cirurgias a laser.  O aparelho está prestes a chegar e os profissionais já estão capacitados e aptos a operar o equipamento, facilitando ainda mais a realização dos procedimentos cirúrgicos no Hospital.

Envolvidos com a busca pela qualidade no Hospital contaram com auxílio de vários do São Sebastião.