Conselho Municipal de Cultura solicita reparos no Theatro São João

Membros do Conselho Municipal de Cultura se reuniram com a arquiteta Mayra Aihara para sanar as dúvidas.

O Conselho Municipal de Cultura composta pela presidente Nádia Burda, Luiz Henrique Salvador, Vice-Presidente e pelo secretário Servilho Roque solicitou no começo do ano providências sobre o telhado do Theatro São João, que vem há muitos anos apresentando goteiras e infiltrações, o que poderá ocasionar algum acidente.

Na noite de terça-feira, 06 de agosto, membros do Conselho Municipal de Cultura se reuniram no espaço Lafaiete Rocha em uma reunião com o Departamento de Cultura e com a arquiteta Mayara Aihara para sanar as possíveis dúvidas.

Segundo membros do conselho, o que era sempre informado, que o problema estava nas calhas o que mostrou não ser verdade, pois a questão sempre reaparecia. A Prefeitura Municipal após acatar o pedido do Conselho, por sua vez, interditou o Theatro para os devidos reparos, que segundo a Arquiteta Mayra Aihara, acontecerá gradualmente: ” em um momento inicial foram trocadas algumas telhas e calhas, mas foi detectado problemas estruturais que serão sanados em uma reforma maior que acontecerá em etapas” relatou a arquiteta. A Prefeitura Municipal da Lapa informou que realiza os reparos na cobertura do Theatro São João e por esta razão, o Theatro estará fechado à visitação de segunda à sexta, por medida de segurança enquanto durarem as obras. Aos sábados e domingos estará aberto ao público.

THEATRO SÃO JOÃO

Localizado na Praça General Carneiro, foi construído entre os anos de 1873 a 1876 e é o teatro mais antigo do Paraná. Considerada uma das mais importantes atrações turísticas da Lapa, possui potencial arquitetônico não apenas por sua beleza, mas por sua memória de histórias fantásticas ocorridas no local. É um dos poucos teatros do Brasil a reunir um estilo italiano, neoclássico e elisabetano. É usado como centro cultural e possui uma agenda permanente de espetáculos. O Theatro foi construído a partir da iniciativa da Associação Literária Lapeana, projetado por Francisco Therézio Porto Neto (membro da Associação). Foi inaugurado em 1876, como sede da Associação Literária e funcionou também como Biblioteca. Em 1880, recebeu a visita do Imperador D. Pedro II e sua comitiva, tendo o imperador ficado impressionado pelo fato de uma pequena cidade dispor de tal teatro. E no ano de 1887 teve sua inauguração oficializada com a sua primeira apresentação da Companhia Souza Bastos de Operetas.

Confira o flagrante da reunião.

 

Representantes do Conselho de Cultura receberam a arquiteta Mayara Aihara para sanar as possíveis dúvidas.