Se ame!

Quantas vezes nos sentimos distantes e diferentes? Quantos de nós não nos sentimos deslocados neste mundo com valores, posturas e gestos de gentileza tão raros?

Muitos recorrem a terapias alternativas, como uso de florais, para aceitar a distância absurda que se forma entre tudo e todos. Muitos não aceitam a vida como se apresenta e preferem viver sua vida, voltando os olhos somente para dentro de si, deixando de se socializar, de acreditar, de enfrentar as diferenças. Por vezes demoram a perceber que não há separação entre a vida, vivida voltando os olhos somente para sim ou para os demais.

Afinal, tudo está integrado, somos sombra e luz, bem e mal… O outro é apenas reflexo de mim, às vezes o melhor de mim, às vezes o pior de mim.

Por isso, é tão importante ficarmos atentos para um grande mandamento do Senhor do Universo: “Ama ao teu próximo como a ti mesmo”!

Mas como podemos amar ao próximo se não nos amamos? Quantas vezes alguém faz alguma crítica e nós aceitamos sem questionar, nos magoamos, nos sentimos vulneráveis e paralisados? Ou, ainda, quando alguma coisa não sai da forma que esperávamos, temos a mesma reação, de pouca valia, do “não sirvo pra nada mesmo”, não é?

Isso não é amar a si mesmo! Você tem que descobrir a maravilha única que você é, aceitar cada pedacinho de você, assim não ficará mais tão dependente de alegrias externas!

A felicidade existe quando você aprende a se amar! Quando alguém faz algo que te desagrada e você se ama, isso não irá te magoar, nem te incomodar. Pois você tem a compreensão de que o outro só está refletindo o que ele tem dentro de si, escolhendo a própria sombra! Você aprende a compaixão, ampliando seu amor próprio e o acolhe, ao invés de repelir, leva luz à escuridão dele e o resultado disso é mais amor!

Por isso, se ame! Tenha amor próprio e faça da compaixão, do perdão, da aceitação ferramentas para tornar o mundo um pouquinho melhor!

Pense nisso! Você pode! Você merece! Seja feliz! Se ame!

Para refletir:

“A verdadeira liberdade está na unidade. Eu preciso deixar de me sentir diferente dos outros, cultivar o amor. O amor aproxima, vence a distância e a ignorância.”

(Profº Hermógenes)

 

Luiz Benedito

Luiz Benedito


Entre em contato com Luiz Benedito: beneditoluiz@yahoo.com.br