Voltando à discussão Direita x Esquerda!

Algumas edições passada comentei rapidamente sobre o erro de nos atermos apenas ao dualismo “esquerda X direita”. Isso porque são posições que não tem muito a ver com o que você pensa, e sim com a posição que você está em relação ao pensamento político de uma determinada nação.

Um Democrata americano é chamada de “esquerda” por lá. Mas se você usar as mesmas ideias dos democratas e aplicar no Brasil, você será rotulado de “extrema direita”.

Para ilustrar falei sobre o Diagrama de Nolan, e até montei um com as “linhas” de direita X esquerda no Brasil e nos EUA. Repito o diagrama aqui.

Percebam que todo espectro político brasileiro está entre os grupos que denominei de “progressistas”, que tem em comum projetos que aumentem o tamanho do Estado e aumentem o liberalismo moral ao mesmo tempo.

O PSDB, tido como “direita”, é fundamentalmente um partido “social democrata”. A social democracia surgiu na Alemanha em oposição à revolução comunista russa. Em poucas palavras, existia uma linha de pensamento incitando as massas a se revoltarem para implantar o socialismo, que posteriormente se tornará comunismo. A social democracia pregava – e ainda prega – que não é necessária uma revolta, podendo ser aplicadas modificações graduais na sociedade através da busca do “Estado de bem estar social”, que visa em primeiro lugar eliminar as desigualdades econômicas de um povo promovendo benefícios para a população carente. Ironicamente, programas como “Bolsa Família”, implantado pelo PT, tem forte apelo ao pensamento social democrata. Mas perceba que o objetivo final é o socialismo, apenas a metodologia para chegar até ele é diferente da tradicional revolta armada.

Já o PT teve um inicio diferente, de um socialismo mais puro e pragmático. Dizia inicialmente lutar pela independência das massas contra as oligarquias que dominavam o Brasil desde o descobrimento. Não pregava diretamente o uso da força para fazer uma revolução, mas fazia “vista grossa” para colegas de outros países que assim procediam. Aqui no Brasil tomou duas estratégias, aparentemente conflitantes. A primeira é a ocupação de espaços no setor público. A segunda é a luta e derrubada das oligarquias tradicionais através do ativismo e de caminhos democráticos para a implantação gradual do socialismo. Acabou dominando tantos espaços no setor público que tornou-se a própria oligarquia estatal que pretendia derrubar, e com isso, só restou aliar-se a velhas figuras como Sarney, Collor, Renan, etc, etc. O objetivo do PT também é o socialismo, mas por um caminho próprio, de domínio do Estado pela ocupação sistemática com pessoas chave.

Notem que ambos os lados – direita e esquerda brasileira – tem como objetivo final a implantação do socialismo. Ou seja, nosso pensamento político está severamente limitado, e segundo a grande mídia, qualquer um cujo pensamento não esteja nesse espectro é de “extrema direita”, e citado normalmente de forma depreciativa.

Temos no Brasil partidos com ideais autoritários, mas de pouca relevância – PC do B é um exemplo. Mas não temos nenhum realmente com ideais conservadores e nenhum realmente com ideais liberais. A grande maioria está no quadrante dos progressistas. Por isto nosso debate ideológico é pobre e sem resultados.

 

*Dartagnan Gorniski é proprietário do site www.floramonteclaro.com.br  e professor. É Engenheiro Florestal, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Especialista em Certificação Ambiental e Licenciado em Matemática, e nas horas vagas dá palpites sobre tudo o que vê pela frente.

 

Dartagnan Gorniski

Dartagnan Gorniski

*Dartagnan Gorniski é empresário e professor, e nas horas vagas dá palpites sobre tudo o que vê pela frente.
Entre em contato com Dartagnan Gorniski: floramonteclaro@gmail.com